Ganado

Outros

Semana 26 de Agosto a 1 de Setembro

 


 

Na semana em análise as cotações médias nacionais dos novilhos e novilhas de 12-18 meses, de raça Turina e cruzado de Charolês, mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

No Entre-Douro-e-Minho a oferta e a procura de bovinos foram médias e equilibradas. Mantêm-se as trocas com o mercado externo, nomeadamente com Espanha, registando-se principalmente a entrada de carne a preços inferiores e a saída de vacas. No que se refere às cotações, a tendência foi novamente de estabilidade nas diversas áreas de mercado da região.

Na Beira Litoral a oferta e a procura de animais para abate continuaram muito fracas, se bem que a procura e o consumo tenham melhorado durante o mês de Agosto, com a chegada dos emigrantes para férias, se bem que atualmente muitos já estejam a regressar. A procura interna de vacas revela-se um pouco estagnada, mas deverá melhorar com a abertura das cantinas escolares. Continua a verificar-se a entrada de carne do mercado externo, proveniente principalmente de Espanha, permitindo o abastecimento regular do mercado regional. No que se refere às cotações, esta semana não se registaram quaisquer alterações nas três áreas de mercado analisadas, Aveiro, Coimbra e Viseu.

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta de bovinos foi fraca e a procura foi relativamente fraca. No que se refere às vacas de abate, a procura é superior à oferta. No que se refere aos novilhos/as para abate a procura baixou um pouco nas últimas semanas, o que é normal para a época estival. Estabilidade generalizada de cotações.

No Alentejo a oferta e a procura de bovinos foram médias nas seis áreas de mercado analisadas, Évora, Alentejo Litoral, Alentejo Norte, Estremoz, Beja e Elvas. De referir em Elvas a compra de vitelos e de vacas por parte de operadores do mercado espanhol. Estabilidade generalizada de cotações.

A tendência da Bolsa do Bovino foi de manutenção de cotações em todas as categorias e classificações.

FONTE: SIMA GPP