Cabras

Outros

Cotações de 19 a 25 de Agosto

Na semana em análise a cotação média dos cabritos de <10 Kg subiu em relação à semana anterior nas regiões da Beira Interior (+25cêntimos / Kg) e da Beira Litoral (+13 cêntimos / Kg); em Trás-os-Montes estes animais voltaram a manter-se estáveis. 

Na Beira Interior a oferta de cabrito foi média nas áreas de mercado da Cova da Beira e da Sertã e fraca na Guarda; a procura foi relativamente fraca na Guarda e relativamente animada na Cova da Beira e na Sertã. As cotações dos cabritos de <10 Kg aumentaram em relação à semana anterior na Sertã (+50 cêntimos / Kg) e na Cova da Beira (+25 cêntimos / Kg); decréscimo das cot. mín. e +freq. das cabras de refugo na Cova da Beira (-2,5 EUR / Unidade). 

Na Beira Litoral a oferta de cabrito foi muito reduzida; a procura foi muito fraca na área de mercado de Coimbra e fraca em Viseu. A procura já revela alguma tendência de redução, no entanto, os preços dos cabritos de <10 Kg ainda subiram em Viseu (+25 cêntimos / Kg nas cot. máx. e +freq.); pelo contrário, as cot. mín. e +freq. dos bodes reprodutores sofreram uma redução (-20 e -25 EUR / Unidade, respetivamente). 

Em Trás-os-Montes a oferta de cabrito foi relativamente fraca e a procura foi média. A procura aumentou nas últimas semanas, pelo que o escoamento dos animais decorreu sem dificuldades e o volume de negócios subiu. Esta semana as cotações dos cabritos de <10 Kg mantiveram-se estáveis nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente. 

No Ribatejo e Oeste a oferta e a procura de cabrito continuaram fracas e equilibradas. Relativamente às cotações, voltaram a não se registar alterações em relação à semana anterior, nas duas áreas de mercado analisadas, Médio Tejo e Ribatejo. 

No Alentejo a oferta de cabrito foi média; a procura foi animada em Estremoz e média no Alentejo Norte. Subida significativa das cotações dos cabritos de <10 Kg (+50 cêntimos / Kg) e de >10 (+40 cêntimos / Kg) em Estremoz, devido ao aumento da procura. 

FONTE: SIMA GPP