Suinos

Outros

Semana de 03 a 09 de Junho


Na semana em análise as cotações médias nacionais do porco classe E e do porco classe S voltaram a subir em relação à semana anterior, +2 cêntimos / Kg, nos dois casos, verificando-se uma subida de cerca de +50 cêntimos / Kg relativamente à 1ª semana do ano. No que se refere aos leitões, enquanto os de <12 Kg sofreram um decréscimo (-2 cêntimos / Kg), os de 19-25 Kg apresentaram uma subida (+5 cêntimos / Kg).

No Entre Douro e Minho a oferta e a procura de suínos para abate foram médias. A concorrência do produto importado continuou forte, principalmente com origem em Espanha. Subida de cotações do porco classe E (+2 cêntimos / Kg) e do porco classe S (+3 cêntimos / Kg).

Na Beira Litoral a oferta e a procura de suínos para abate foram médias. A entrada de produto oriundo do mercado externo mantém-se, nomeadamente de Espanha. A oferta de leitão foi média e a procura relativamente fraca. Subida de cotações do porco classe E e do porco classe S (+3 cêntimos / Kg, em ambos os casos) e estabilidade dos leitões de <12 Kg.

Na Beira Interior a oferta e a procura de suínos para abate foram médias. As cotações dos porcos classe E e classe S apresentaram um novo acréscimo em relação à semana anterior (+3 cêntimos / Kg).

No Ribatejo e Oeste a oferta e a procura de suínos para abate foram médias. A oferta de leitão foi média e a procura relativamente fraca a média. Aumento das cotações dos porcos classe E e classe S (+2 cêntimos / Kg, nos dois casos) e estabilidade dos leitões de <12 Kg.

No Alentejo a oferta de suínos para abate foi média e a procura relativamente animada. Subida das cotações do porco classe E, do porco classe S (+4 cêntimos / Kg, nos dois casos) e dos leitões de 19-25 Kg (+5 cêntimos / Kg); pelo contrário, os leitões de <12 Kg sofreram uma quebra (-8 cêntimos / Kg).

No Algarve os leitões de <12 Kg mantiveram-se estáveis.

FONTE: SIMA GPP

 
 

Cotações