Ovinos

Outros

Semana de 02 a 08 de dezembro


Na semana em análise voltou a registar-se um aumento das cotações médias nacionais dos borregos de 22-28 Kg (+38 cêntimos / Kg) e de >28 Kg (+15 cêntimos / Kg) em relação à semana anterior; estabilidade dos borregos leves (de <12 Kg).

Na Beira Interior a oferta de borrego foi relativamente fraca na área de mercado de Castelo Branco e média na Cova da Beira e na Guarda; a procura foi média na Guarda, relativamente animada em Castelo Branco e muito animada na Cova da Beira. A procura voltou a aumentar na Cova da Beira, o mesmo acontecendo à cotação mín. dos borregos de <12 Kg (+50 cêntimos / Kg).

Na Beira Litoral a oferta de borrego foi relativamente fraca na área de mercado de Coimbra e relativamente abundante em Viseu; a procura foi relativamente animada em Coimbra e animada em Viseu. A procura continua a melhorar, tendo-se verificado uma subida ao nível das cotações mín. e/ou máx. dos borregos de <12 Kg nas duas áreas, +30 cêntimos / Kg a +1,0 EUR / Kg.

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta de borrego foi relativamente abundante e a procura média. Estabilidade generalizada de cotações.

No Alentejo a oferta de borrego foi relativamente fraca na área de mercado de Estremoz e média nas restantes áreas; a procura foi relativamente fraca em Estremoz, média no Alentejo Litoral, relativamente animada em Évora, Alentejo Norte e Elvas e animada em Beja. Subida de cotações dos borregos no Alentejo Norte (<12 e 13-21 Kg), Évora (13-21, 22-28 e >28 Kg) e em Beja e Elvas (22-28 Kg), +20 a +60 cêntimos / Kg.

Em Trás-os-Montes a oferta e a procura de borrego foram relativamente fracas. As cotações dos borregos de <12 Kg e de 13 a 21 Kg mantiveram-se estáveis nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente.

FONTE: SIMA GPP

Cotações